Brigitte Calegari | Blog

23.09.21

CINCO LIVROS DE CABECEIRA QUE TODO MAQUIADOR PRECISA LER

KARINA HOLLO

Quem disse que maquiagem é só sobre pincéis e paletas coloridas? Pode acreditar, alguns livros são essenciais para a carreira de um maquiador. "Muita gente pergunta quais livros sobre maquiagem eu indicaria, então, aqui vão eles", fala Brigitte Calegari. "Tem um pouco de tudo: desde a história da maquiagem (acho super importante saber como essa área foi evoluindo ao longo do tempo), até técnicas e passo a passo ensinados por mestres como a americana Lisa Eldridge e a australiana Rae Morris, além do mito brasileiro Duda Molinos", continua. Pronta para turbinar sua bancada – ops, biblioteca – de make? #PartiuLeitura

MAKEUP MANUAL BOBBI BROWN: FOR EVERYONE FROM BEGINNER TO PRO
A marca de beleza que revolucionou o mercado em 1992, com 10 bases em bastão (já de olho na diversidade), sempre teve o propósito de valorizar – não de esconder. Pode ser mais visionário e atual? A maquiadora americana Bobbi Brown conta que criou sua linha de produtos porque estava cansada de batom vermelho. Fato é que ela sempre foi adepta da beleza natural, verdade seja dita. Neste livro, ela entrega desde noções básicas de cuidados com a pele até  dicas de como encontrar a cor certa e o tipo de base para qualquer tom de pele, aplicar make nos olhos (sobrancelhas, delineador, sombra, máscara para cílios). Isso sem falar de estratégias sobre blush, bronzer, batom... Cada capítulo tem instruções básicas passo a passo + fotos e desenhos. Bônus: segredos de beleza que só os maquiadores sabem (incluindo como trabalhar com fotógrafos e celebridades). "É uma verdadeira aula de maquiagem, acho indispensável para quem quer se tornar ou já é maquiador. Tem desde o estudo dos variados tipos de pele, quais produtos mais adequados para cada um, truques práticos… Ensina até a como montar uma maleta profissional", conta Brigitte Calegari. 

 FACE PAINT: THE STORY OF MAKEUP, LISA ELDRIDGE  
Pintar rosto e corpo é uma das práticas sociais globais mais antigas. Nesse livro, a maquiadora Lisa Eldridge (que tem uma lista de clientes famosas de páginas e páginas, incluindo Dua Lipa, Kate Winslet, Keira Knightley, Nicole Kidman) Lisa Eldridge, conhecida por seus looks de tapete vermelho frescos e perfeitos, fala sobre a história da maquiagem. A publicação logo se tornou um best-seller do New York Times (e hoje está publicado em nove idiomas). Ela também é uma das maiores colecionadoras de maquiagem vintage do mundo, incluindo o porta-batom que Cartier fez para Audrey Hepburn em 1954. Atualmente, ela é Diretora Criativa Global da Lancôme (desde 2015), trabalhando no desenvolvimento de produtos, campanhas publicitárias e estratégia digital. Isso depois de passar por Chanel e Shiseido. Foi uma das primeiras maquiadoras profissionais a ter seu próprio site e transmitir tutoriais do You Tube. No livro, ela fala de maquiagem desde os tempos egípcios até a era vitoriana e a era de ouro de Hollywood. "Mais uma leitura obrigatória para profissionais da beleza, incrível para quem é curioso. A Lisa aborda de fato toda a história da maquiagem e o uso das cores. A gente passa a entender de forma mais ampla e concreta as referências que usamos até hoje!"



DIA DE BEAUTÉ: UM GGUIA DE MAQUIAGEM PARA A VIDA REAL, VIC CERIDONO 
O DDB foi um dos primeiros blogs de beleza do Brasil há quase 15 anos! Sua linguagem fácil e descomplicada logo fez sucesso. E é assim também o livro da jornalista e influencer de beleza Vic Ceridono (que hoje mora em Londres). Ela dá dicas para se aventurar em maquiagem de festa, esfumados curinga para jantares românticos ou casamentos, batom vermelho… Os truques de Vic são acessíveis, vindas de quem experimentou de tudo para descobrir o que vale mesmo a pena. "Um livro fofo, focado em maquiagem pessoal, com truques e dicas para colocar em prática no dia a dia", diz Bri.

MAQUIAGEM, DUDA MOLINOS 
Ele foi o primeiro a trabalhar exclusivamente nos sets de foto e gravação, nos anos 1980. Participou do Phytoervas Fashion, embrião do SPFW, nos anos 1990. Teve sua própria linha de maquiagem nos anos 2000… Duda Molinos foi o percursor do movimento que tirou os maquiadores e cabeleireiros dos salões para levá-los aos backstages dos desfiles, às gravações publicitárias e aos editoriais das revistas. Um mestre cheio de talento e genialidade. Neste livro, ele traz informações indispensáveis a todos que buscam formação profissional na área. Além de entregar dicas e truques, também traz passo a passo das técnicas de preparação da pele até a finalização. Com um capítulo sobre Cosmetologia, a ciência que está revolucionando a indústria da beleza. "Foi meu primeiro livros de maquiagem e deve ter sido o primeiro de muitos outros maquiadores. Tem muita coisa prática… O Duda mostra o poder da maquiagem, com muitas transformações ao fim do livro, com informação atemporal", indica.

 MAKEUP MASTERCLASS, RAE MORRIS
Ela é uma das maquiadoras mais influentes do mundo – suas obras-primas estão estampadas no rosto de modelos, atores e celebridades internacionais. Makeup Masterclass é seu sexto livro e nele a maquiadora australiana compartilha todos os segredos de maquiagem de sua incrível carreira de 25 anos, revelando técnicas com a ajuda de fotografias e passo a passo. São mais de 40 looks, descritos com linguagem fácil. Ótimo para aprender os segredos da aplicação de base perfeita, make para os olhos, sobrancelhas, contornos matadores, bronzers, como disfarçar os sinais de envelhecimento e muito mais. "Além de ser um livro belíssimo, com belas imagens, referências e maquiagens, ele tem muita informação teórica. Sabe aquele livro que você consegue revisitar ao longo de toda a sua carreira? É esse!", finaliza Bri.


VEJA TAMBÉM
DICAS DE FOTOGRAFIA PARA MAQUIAGEM
MINHA ROTINA DE CUIDADOS COM A PELE

20.07.21

BELEZA DA ALTA COSTURA AW 2022

KARINA HOLLO

ARMANI PRIVÉ


Quem tem boca, vai a Roma. Mas quem tem olho, vai a Paris!
Make de passarela tem aquele incrível poder de fazer a gente viajar. A temporada trouxe olhos fortes e dramáticos, com toques de diversão. Vem conferir Karina Hollo? 
Quem ama make de passarela, levanta a mão! E na semana de desfiles de alta costura de Paris, muito tem se falado de otimismo pós-pandemia nas coleções, mas as maquiagens, com exceção de um toque azul ali, outro aqui (que traz um ar de diversão, experimentação e leveza), foram dramáticas, com bastante (para não dizer totalmente) peso nos olhos. Sim, embora na Europa já esteja se vivendo um momento com menos obrigatoriedade de máscara, a metade superior do rosto ainda está atraindo o foco. 
Vem conferir o que rolou:

CHANEL
Inspirada por duas mulheres artistas do século 19 – Berthe Morisot e Marie Laurencin –, a diretora criativa Virginie Viard trouxe tweeds e vestidos delicadamente bordados. Na beleza, os cabelos vieram com moicanos trançados e amarrados nas costas com grandes laços pretos (uma assinatura da casa), com uma pegada punk suave e feminina. Na maquiagem, os looks eram rock'n'roll: olhos fortes com delineador azul profundo e um traço preto bold por cima. Pele, matte e lábios neutros.

DIOR
DIOR
Rodeado por chapéus de tweed e vestidos diáfanos, o rosto criado pelo diretor de criação e imagem da Christian Dior Makeup Peter Philips tinha olhos sublinhados por um azul profundo – mais uma vez, puxando para um punk do dia a dia, em um visual elegante e um pouco ousado. O olho é gráfico, mas tem um toque suave, um delineador sob o delineador, em azul intenso + preto fosco (a cor Denim da Paleta 5 Couleurs Couture). As sobrancelhas estavam bem preenchidas, a pele matte e os lábios, neutros (com um protetor labial Rouge Dior). "O delineado inferior era bem dramático e forte, com pegada punk e elegante, em um azul mais fechado, intenso, marinho mesmo. Foi usado um lápis preto de base e por cima a sombra azul", observa Brigitte Calegari. "O que achei mais bacana foi que para o olhar, que já estava pesado, não ficar over, Peter Philips deixou as sobrancelhas bem naturais, assim como a pele."



ARMANI PRIVÉ
ARMANI PRIVÉ
Leve, revigorante e relax: assim foram os looks de Armani Privé, rodeados de vestidos  glamourosos. A make foi suave e sutil, alegre, bonita – e fácil. Pele quase nua, sobrancelhas bem desenhadas, lábios naturais e bochechas rosadas (com ajuda de blush cremoso). Um brilho sutil nos pontos altos do rosto e… uma leve camada de sombras em tons pastel azuis, lilás, verdes e rosas cobrindo as pálpebras + um delineador fino e delicado + cílios cheios de drama. Diversão define! "O olho bicolor de Armani mostra pra gente que é possível, sim, ser elegante com make colorida. As sobrancelhas e a pele estavam leves e naturais e os cílios, só com máscara (os postiços deixariam a make colorida over!)", observa Bri. "Também gostei muito de como as cores foram usadas de um jeito menos convencional. Normalmente, a gente esfuma de dentro para fora, na horinzontal. No desfile, eles usaram na vertical, uma cor em cima, outra embaixo, e em tons próximos na cartela de cores – assim, não fica caricato!", analisa ela.
  


Giambattista Valli
GIAMBATTISTA VALLI
Dá para não amar o gatinho extrabold de Giambattista Valli? Principalmente porque ele faz um contraponto mara com os vestidos de sonho da label! "Esse look gráfico e bold faz os olhos serem os protagonistas absolutos da maquiagem. É o delineado e nada mais", diz Bri. 



BALENCIAGA DELINEADO
BALENCIAGA
Direto e reto, literalmente: assim foi o delineado gatinho do desfile de Balenciaga. "Achei que o traço bem reto trouxe modernidade ali... O gatinho tem essa coisa de ser clássico e atemporal, pode ter até uma pegada retrô, mas essa forma mais reta traz uma modernidade superinteressante", analisa Brigitte.








VEJA TAMBÉM
DICAS DE FOTOGRAFIA PARA MAQUIAGEM
MINHA ROTINA DE CUIDADOS COM A PELE

28.06.21

DICAS PRECIOSAS DE DINDI HOJAH EM SUA 1ª AULA ONLINE

KARINA HOLLO

Em maio, tivemos duas super aulas de maquiagem online com os beauty experts Brigitte Calegari e Dindi Hojah. O tema da primeira? Beleza Hipernatural, aquela make de linda que nasceu assim, sabe? A da segunda? Beleza Sobrenatural, artística e autoral. As duas têm, lógico seus segredinhos. E os principais, a gente conta a seguir. Enjoy! 

Brigitte Calegari Dindi Hojah curso aula


De um lado, nossa musa Brigitte Calegari – que virou modelo belíssima para as aulas. Do outro, Dindi Hojah, maquiador que já trabalhou para a mega bombada família Kardashian, com Gilberto Gil e com Iza, e que tem um olhar sofisticado e um acabamento perfeito. Só podia dar bom, né? Em quase quatro horas, com um rápido intervalinho, na primeira aula, ele desvendou seus processos e ensinou a fazer aquela maquiagem linda e suuuper natural. “A que nem o marido descobre que você está usando”, brinca ele. Em tempo: formado pelo Liceu de Maquiagem de Vanessa Rozan, Dindi foi o responsável pelo cabelo e pela maquiagem do rapper Kanye West e dos músicos do seu Sunday Service. Ele foi descoberto pelo marido de Kim K pela beleza que fez para o desfile da marca Cotton Project, na SPFW, em 2017, aprimorada depois em um shooting com o fotógrafo Hick Duarte. Eis que, trabalhando na Califórnia, recebeu um e-mail da equipe criativa da Yeezy, grife de West. O que aconteceu depois? Até vestido de cabelos para North West, ele fez. O paulistano de 34 anos tem um longo histórico de desenho, artes e trabalho manual no currículo, além de ser formado em Design de Produto e pós graduado em moda. Para conferir seus 4 segredos de uma pele supernatural, continue lendo:



A LIMPEZA DA PELE
Sim, sim: mesmo que a pele que vai ser maquiada esteja limpa, ele aconselha aplicar água micelar para equalizar e neutralizar o rosto. “Sem falar que esse momento é uma ótima oportunidade para reconhecer, escanear a face, seu formato, suas características”, diz Dindi. Seja sincera: você já tinha relacionado o momento da limpeza da pele a esse reconhecimento de terreno? Gênio.


BENEFÍCIOS INVISÍVEIS
Então, chega a hora da preparação da tela que é o rosto. Ele aconselha pedir para a cliente esfoliar os próprios lábios (para não correr o risco de colocar força demais e machucar essa pele tão delicada). Em seguida, precisa hidratar os lábios, a também sensível área dos olhos e o rosto. “Esses passos trazem benefícios invisíveis, mas superimportantes, incluindo efeito tensor, antifadiga e lifting... Assim, você consegue uma nova qualidade de pele”, conta. Vale fazer uma massagem? Dindi conta que raramente há tempo. Afinal, não estamos ali para um tratamento e, sim, para maquiar. É justamente por isso que ele diz que, para esse momento, busca produtos que entreguem resultado imediato. “Preciso da resposta instantânea – não em 24 horas ou em uma semana.” Faz sentido: queremos beleza, e queremos agora! 


CAMADAS INVISÍVEIS QUE ELIMINAM CAMADAS VISÍVEIS
Chega a hora de fazer a pele – vamos combinar, a base de uma beleza natural. Dindi indica borrifar uma bruma leve e, então, aplicar base leve e transparente com esponja molhada – para ela não roubar água nem da pele, nem do produto. Em tempo: esponja, cada cliente tem a sua. Não dá para misturar ou trocar. “Para clientes habituais, inclusive monto um kit com etiqueta.” O blush, ele começa aplicando bem no centro da maçã do rosto, para dar aquele ar de viço e saúde.


BRILHO MUITO É BOBAGEM
Se Dindi é adepto do iluminador? Bem, gostamos todos de um look glow. No entanto, ele aconselha evitar brilho em alguns pontos-chave: no centro da testa, entre as sobrancelhas, na ponta do nariz e ao redor dele e da boca, no queixo e nas olheiras. “Para mim, o brilho deve estar localizado na ponte do nariz e no arco do cupido. Além disso, ele faz um C nas têmporas.” 


MAKE HIPERNATURAL
Durante a primeira aula, surgiu o tema da próxima: Maria Antonieta Punk. Dindi e Brigitte deram um show e realmente foi impressionante ver o rosto da nossa musa se transformando com a maquiagem. Mas o mais importante desse processo todo foi a pesquisa de referências para a criação do look. Para começar, ele aconselhou a não procurar imagens de maquiagens prontas, e sim informação (visual também, lógico), que retratassem Maria Antonieta de verdade – rainha consorte da França no século XIX. Depois de ver muitas referências (e até de mergulhar na história dela), e começar a construir sua criação, Dindi passou para o segundo passo da pesquisa: o movimento punk, dos anos 1970, com foco em imagens de mulheres dessa época. Depois de separar fotos de makes icônicas e eleger caminhos, ele mixou as informações e voilá – Maria Antonieta punk ganhou vida!  



Aqui você prendeu os quatro passos principais para uma pele deusa e o processo de pesquisa para criar uma maquiagem hipernatural. Ficou com gostinho de quero mais? As aulas estão gravadas. Entre em contato via WhatsApp para saber como acessar:
(44)99135-0240


VEJA TAMBÉM
DICAS DE FOTOGRAFIA PARA MAQUIAGEM
MINHA ROTINA DE CUIDADOS COM A PELE

16.03.21

FASHION WEEK: TENDÊNCIAS DE MAQUIAGEM

KARINA HOLLO

NA PASSARELA

Explosão de cores, o retorno do olho esfumado e preto, batom vermelho na potência máxima. Quer saber quais as trends dos últimos desfiles internacionais? 

Por que a gente ama tanto os desfiles internacionais? Por aqui, podemos dizer que é porque temos paixão por maquiagem (e moda, lógico). E seja para fechar os olhos e se imaginar lá, na passarela, ou para saber como atualizar o nécessaire para usar tudo o que está bombando lá fora, vem conferir as três tendências de make que se viu em Paris e em Milão.

EXPLOSÃO DE CORES NOS OLHOS
As cores, desde sempre, trazem um otimismo cheio de alegria para a maquiagem (e, vamos combinar, estamos todos precisando, não é?). Os desfiles de Giambattista Valli e Versace mostraram modelos com olhos intensos e ousados. No primeiro, os looks tinham um padrão geométrico em tons claros e escuros que remetiam aos afrescos do teto da Galleria Borghese de Roma. No segundo, assinado por Pat McGrath, tinha delineados gatinho cintilantes e vivos, para dar personalidade extra ao visual.
maquiagem olhos coloridos
1. Paleta de Sombras Urban Decay Wired, R$ 299 
Para olhos divertidos e magacoloridos. São 10 tons suaves aveludados, super mescláveis, para construer o próprio arco-íris

Edição limitada com cores intensas e super pigmentadas para criar looks fantásticos. São 8 tons de sombras, com acabamentos acetinados brilhantes, metalizados e mattes que conferem uma textura cremosa e sedosa com pigmentação intense, e 2 tons de iluminadores, dourado e rosado, que deslizam na pele. 

3. Paleta para Olhos Mothership VIII Divine Rose II Collection, Pat McGrath Labs, US$ 125
Paleta para olhos em ediç?ao limitada da maga da maquiagem Pat McGrath. Tem de rosas mais suaves, pêssegos e rosés até bronze e burgundy, em acabamento matte, brilhante e glitter.





SMOKEY EYE RELOADED
Lembra daquele olho esfumado que fez o maior sucesso nos anos 1990 – diz a agência de tendências WGSN que essa nostalgia se explica como uma forma de fuga da realidade e busca de um consolo no passado para os tempos difíceis de 2020/21). Pois o smokey eye está de volta, relido, obviamente. Foi visto por aí em Dior, Chanel... Peter Philips usou uma espécie de carvão fosco ao redor dos olhos para produzir um visual grunge. “A casa apresentou uma beleza dramática: o objetivo era trazer uma pegada mais “punk” para a beleza, e não sensualidade como a maioria dos olhos pretos trazem aos olhares femininos, por isso que até mesmo a máscara de cílios foi deixada de lado. Para obter o look, apenas dois itens são necessários: lápis e sombra. Ah! O canto interno e externo dos olhos foram explorados, deixando um espaço ‘negativo’ no centro da pálpebra. O côncavo também foi marcado, assim como a raiz dos cílios inferiores, unindo ao acabamento externo deixando-o mais arredondado”, descreve a beauty artist Brigitte Calegari. Chanel também trouxe uma variação dramática do clássico black eye. “Olhos extremamente contornados, do canto interno até o canto externo, e levemente esfumados. Algumas versões mais blocadas, outras com um leve gateado. Muita máscara de cílios, linha d’água limpa, trazendo a sensação de olhos maiores e expressivos.” 

smokey eyes reloaded

1. Mono Couleur Couture, Dior, US$ 30 
Sombra de cor intense e longa duração em edição limitada. Enriquecida com aloe vera e óleo de pinho, para uma textura cremosa e sustentável. 

O olho jet-black de Dior foi criado usando o Diorshow 24H Stylo 091 Matte Black. Aplique ao redor dos olhos e, antes de secar, esfume as bordas para elas ficarem mais “macias”.

3. Quarteto De Sombras Multiefeitos Modern Glamour, Chanel, R$ 485 
Para o look modern-disco, os olhos foram delineados (e depois esfumados) com o Le Crayon Khôl Eye Pencil in Noir. Então, toda a pealpebra foi coberta e colorida usando essa paleta superversátil. 





BATOM VERMELHO NA POTÊNCIA MÁXIMA
Julien Dossena, estilista responsável por Paco Rabanne, invocou códigos burgueses clássicos, com uma estética hedonística alegre e decadente. Na maquiagem, mais é mais. E o batom vermelho cremoso e brilhante falou alto. Além do blush supermercado e de olhos esfumadinhos e delineados com lápis de olho, sabe? Bem no estilo anos 1990. Make clássico, inclusive com sobrancelhas marcadas. O batom vermelho também esteve no desfile de Moschino, porém mais aberto e em uma pele mais quente, com um blush que dá uma corzinha ao rosto (a gente merece, né, depois de tanto tempo dentro de casa).

batom vermelho mad dior
Esse vermelho aberto é glamour puro para colorir, definer e destacar os lábios. Capriche na hora de aplicar e arrase. 

Batom líquido e de longa duração com acabamento matte suave. A cor 999 é um clássico da marca, amamos!

VEJA TAMBÉM
DICAS DE FOTOGRAFIA PARA MAQUIAGEM
MINHA ROTINA DE CUIDADOS COM A PELE

30.03.20

BELEZA HI-LOW: OS 5 PRODUTOS DE LUXO QUE VALE EXPERIMENTAR E OS 5 BBB QUE NÃO PODEM FALTAR

BRIGITTE CALEGARI

Desde sempre, amo vasculhar as prateleiras de maquiagem e de produtos de beleza pelo mundo – seja em viagens, seja online. E testo, experimento, provo tudo o que me chama a atenção. 


produtos baratos e luxuosos que você precisa ter

 
Deu vontade de estar no meu lugar? Não precisa. Porque vou contar aqui para você quais são os cinco produtos que valem muito o investimento e ainda vou indicar os cinco baratinhos que, na minha opinião, entregam super e você precisa ter no nécessaire!
 
Vem comigo!



5 produtos baratinhos de beleza essenciais
 
1. Protetor Labial Balm Up, RK by Kiss (aqui)
Ele protege os lábios do ressecamento (o que atrapalha até na hora de aplicar batom) e, bônus, tem uma corzinha! Isso quer dizer que dá aquele ar fresh na make do dia a dia, sabe? Para ter na bolsa e usar à exaustão.

 
2. The Colossal Volum Express, Maybelline (aqui)
Essa máscara para cílios é praticamente um consenso entre os maquiadores do mundo todo! Vende na farmácia, tem longa duração, e por ser enriquecida com colágeno, encorpa os cílios garantindo um super volume, alongando e curvando os fios ao mesmo tempo, tipo um tudo-em-um.


3. Pincel para Sombra A09, Macrilan (aqui)
Sim, esse pincel é feito para aplicar sombra. Mas ele é o meu preferido para passar corretivo! Ele tem um design arredondado que permite que você consiga um resultado bem natural na hora de depositar o produto onde for necessário, seja para suavizar olheiras ou manchas e espinhas.


4. Solução Tônica com Ácido Glicólico a 7%, Ordinary (aqui)
Amo! Além de reequilibrar o ph da pele depois da limpeza, ele ajuda a renovar as células (por conter ácido glicólico) e a deixar o rosto sempre com aquela luminosidade natural que a gente ama (porque traz ainda ginseng e aloe vera para dar energia e hidratar). Não vende no Brasil, mas compro fora e pago em torno de 8 euros.

 
5. Bepantol Derma Hidratante Intenso Toque Seco (aqui)
Esse produtinho, uso como hidratante facial mesmo. Porque, como já expliquei aqui, não dá para aplicar base ou corretivo sem antes hidratar o rosto! Pode usar sem medo, principalmente se tem a pele mista/oleosa. 




 



1. Tratamento Global Orchidée Impériale, Guerlain (aqui)
Ok, essa loção é absolutamente luxo puro! Ela hidrata intensamente e tem um leve efeito preenchedor, deixando o rosto macio, lisinho, suave... Prontinho para receber a maquiagem. 


2. Creme Peeling Capture Youth, Dior (aqui)
Gente, esse produto é vida! Para aplicar – até diariamente – antes de dormir para manter a pele sempre livre de células mortas. É um peeling suave, que renova a camada superficial da pele. Juro, ela acorda realmente renovada e luminosa e fresca. Aí, minha amiga, qualquer maquiagem que você passa, depois, fica linda. 


3. Paleta de Iluminador Backstage, Dior (aqui)
Ok... Mais iluminação! Mas você me conhece... pele fresh e com glow é uma das minhas marcas registradas! Essa paleta tem um tom rosado (sem falar dos mais neutros) que tira o ar de cansaço do rosto em poucas pinceladas – o segredo dos maquiadores para dar aquele up instantâneo no look. Resultado profissional – e natural, tipo segunda pele – garantido, que dura o dia todo. Precisa de mais?  


4. Soleil Niege Glow Drops Liquid Highlighter, Tom Ford (aqui)
Iluminador em gotas – quem não ama? Pois esse, de Tom Ford, é ne-ces-sá-rio! Tem versão dourada (para peles de fundo quente) e perolada (para peles branquinhas e de fundo frio). É aplicar uma ou duas gotinhas, espalhar com pincel ou com a ponta dos dedos e parecer que o brilho veio de dentro do seu ser.


5. Base Parure Gold, Guerlain (aqui)
Essa base é assim... um prodígio! Deixa a pele perfeita e radiante (vamos combinar, nosso tipo preferido de pele rs) – tenha você 20 ou 50 anos. Hidrata, tem cobertura de longa duração, protege contra os efeitos nocivos da poluição, é resistente ao calor e ao suor. Ela tem pigmentos dourados que conferem luminosidade, mas acabamento semi-opaco, para você não brilhar além da conta. Tudo isso sem marcar rugas e linhas de expressão. Amo.


 
É isso! Está aqui meu pequeno guia de beleza hi-low.
O que achou? Me conta!

Beijos, Brigitte





Texto por Karina Hollo


VEJA TAMBÉM
DICAS DE FOTOGRAFIA PARA MAQUIAGEM
MINHA ROTINA DE CUIDADOS COM A PELE

27.06.19

ROTEIRO DE VIAGEM: MEUS RESTAURANTES FAVORITOS EM PARIS

BRIGITTE CALEGARI

Ahhh, eu amo Paris! A cidade é um dos meus destinos favoritos no mundo inteiro e uso cada minutinho lá como fonte de inspiração – seja pessoal ou profissional. As ruas da capital francesa são repletas de história e arte, e é muito legal pensar em cada momento importante que já aconteceu ali.

 

Além do que a cidade é linda por si só! Gosto da simetria, acho extremamente agradável e clara. O cheiro realmente não é muito bom – kkkk – mas o visual compensa! São inúmeros parques e jardins repletos de flores, com arquitetura incrível e muuuitos lugares gostosos para comer. 

 

E esse é o motivo do post de hoje! Vou compartilhar com vocês, num estilo bem dicas de viagemonde comer em Paris com a seleção dos restaurantes e cafés que eu mais amei visitar. Bora lá?

 


Roteiro de Viagem Onde Comer em Paris - Angelina


É turístico? Sim. Movimentado? Demais! Kkkk Mas eu acho que vale a pena, até porque o chocolate quente deles já foi considerado o melhor do mundo. O Angelina é um café parisiense super tradicional que fica em frente ao Jardin Des Tuileries (e pertinho do Museu do Louvre), então você pode aproveitar uma programação por lá e finalizar a sua tarde lendo um bom livro, tomando bons chocolates com um croissantzinho acompanhando. 

 

As sobremesas são um caso a parte e além de gostosas são lindas! No Angelina também conseguimos comprar presentinhos para os migos, porque eles vendem o chocolate quente na garrafinha – perfeito para a viagem.

 


Roteiro de Viagem Onde Comer em Paris - Pink Mamma


Acho que o Pink Mamma é o restaurante mais legal de Paris! A decoração é maravilhosa e um caso a parte... Com cinco andares, ele lembra uma galeria de arte bem moderninha. Ele também é extremamente disputado e não faz reservas, então chegue cedo para pegar um bom lugar. Recomendo as mesas do último andar, porque lá tem um teto de vidro incrível com a iluminação mais legal do restaurante. Sabe aquelas fotos dignas de Pinterest? Lá você consegue fazer! Kkkk

 

Por ter um menu italiano, o macarrão trufado deles é o melhor do mundo todo. É meio difícil encontrar carnes gostosas em Paris, mas os cortes do Pink Mamma são bem gostosos! Também amo uns drinks diferentinhos e os de lá são ótimos. 

 

De sobremesa eu tenho uma dica quente: peça o tiramisu! Os garçons vão servi-lo na sua mesa direto da forma que ele foi preparado, então rola pedir aquele chorinho que eles vão caprichar no seu pratinho. Kkkk #aquelas

 


Roteiro de Viagem Onde Comer em Paris - Marcello


Marcello também tem cardápio italiano, mas tem um estilo diferente do Pink Mamma. Igualmente agradável, ele fica no subsolo e tem uma decoração menos carregada. A entrada de burrata trufada é incrível – e só de lembrar eu começo a salivar! Como sobremesa eu recomendo o gelato de pistache com framboesas. De tão bom, eu pedi dois. Kkkk

 


Roteiro de Viagem Onde Comer em Paris - Ober Mamma


Ao fazer essa lista, percebi que sou a louca dos restaurantes italianos. A minha próxima dica é o Obber Mamma. Bem menor, em comparação aos outros dois que eu citei, ele tem um apelo mais local. A decoração é igualmente impecável, assim como a fila de espera é grande! Kkkk Por isso chegue cedo, perto do horário de abertura do restaurante, para garantir uma mesa rápido. Dá para aproveitar uns aperitivos nesse meio tempo, como salaminhos e afins, mas guarde um lugar para a pizza porque ela é simplesmente sensacional!

 


Roteiro de Viagem Onde Comer em Paris - Ladurée


O macaron é como um símbolo nacional francês, né? Pensar em uma sobremesa típica do país e não lembrar dele, e suas paletas de tons pastel liiindas, é impossível. A dica pode parecer meio óbvia, até porque a Ladurée já tem lojas no Brasil, mas o macaron deles é realmente o mais gostoso – e poder aproveitar esse docinho nas suas férias francesas também é ótimo! Kkk Vale ficar de olho nas caixinhas de presente também e trazer aquele mimo lindo e delicioso na mala.

 

Gostaram das recomendações? Quais outras dicas de viagem de Paris vocês gostariam de ver aqui no blog? 

 

Bisou,

Brigitte

VEJA TAMBÉM
DICAS DE FOTOGRAFIA PARA MAQUIAGEM
MINHA ROTINA DE CUIDADOS COM A PELE